90 TI

Análise de viabilidade da obra em 5 passos simples? Confira no blog da 90!

A elaboração de um plano de análise de viabilidade da obra garante que o serviço seja realizado com sucesso

O planejamento de uma obra é uma etapa importante para a construção e fundamental para o sucesso de um empreendimento. Ao executar uma obra é importante pensar na viabilidade de muitos processos: preço da mão de obra, materiais utilizados, equipamentos… Estes, quando planejados corretamente, conferem qualidade aos processos e, sobretudo, agregam valor às unidades habitacionais.

Além do planejamento, na construção civil é importante que o passo a passo de uma obra seja prioridade para os gestores. Quando executado em equipe, o trabalho flui melhor e as entregas são feitas com melhor qualidade.

Por que investir em planejamento de obras?

O mercado atual exige da construção civil abordagens atualizadas e eficientes no controle do mapeamento de suas obras. Conheça, então, alguns benefícios da análise de viabilidade de obra:

– Otimizar o funcionamento da obra;
– Aumenta a produtividade da equipe;
– Reduz gastos e desperdícios;
– Promove a satisfação dos clientes.

Quais são os passos para a análise correta de uma obra?

1) Planejamento

O planejamento, na Construção Civil, exige a organização para a execução, incluindo a elaboração do orçamento e a programação da obra. Existem três tipos básicos de planejamento: curto, médio e longo prazo.

No planejamento a longo prazo é possível evitar contratempos na execução da obra e evitar os problemas financeiros. Nele, conseguimos observar o melhor custo benefício da obra. No médio prazo, é menos possível prever possíveis problemas na construção. Já no curto prazo, é preciso seguir um plano mensal, semanal ou diário, para garantir o andamento da obra.

2) Análise da viabilidade econômica

Um dos passos mais importantes na execução de uma obra é a análise da viabilidade econômica do empreendimento. Antes de começar, é preciso saber qual o montante exato que será investido, bem como identificar
as variáveis que podem influenciar a viabilidade em estudo. Veja, a seguir, algumas informações que devem ser consideradas na etapa de avaliação:

3) Orçamento da obra

O cálculo da estimativa da execução de um empreendimento deve ser feito tanto por planilha no Excel ou com a utilização dos softwares e tecnologias especializadas.

Para que o orçamento seja viável, é importante que o orçamentista conheça domine alguns aspectos.  Entre eles: o consumo de materiais em cada serviço, a quantidade de mão de obra, as leis trabalhistas sobre o custo da mão de obra, o tempo de uso dos equipamentos, os custos financeiros decorrentes, os custos
administrativos (indiretos) e a carga tributária que irá pesar sobre os serviços.

4) Cronograma da obra

Um cronograma ideal é capaz de mostrar por onde se deve começar cada uma das etapas, além da ordem de execução e conclusão dos serviços. Dessa maneira, torna-se viável identificar os pontos que merecem maior atenção e serviços, ou necessitam de profissionais qualificados e especializados.

5) Regularização

É importante que o empreendimento seja regularizado. O procedimento é cheio de burocracias e, se não for feito com antecedência, pode atrasar o início das obras e gerar custos extras. É fundamental prestar atenção a alguns pontos para a regularização. Anote:

– Matrícula do imóvel;
– Projeto Arquitetônico;
– Alvará de Construção;
– ART (Anotação de Responsabilidade Técnica);
– CND (Certidão Negativa de débito);
– AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros);
– Habite-se;
– Registro do imóvel.

Fazer um planejamento de viabilidade econômica de obras é essencial para saber o que esperar durante e após a finalização da obra. Ele deve ser aplicado aos construtores e incorporadores que buscam maximizar os resultados de um empreendimento.

O 90 Compor Orçamento e Planejamento de Obras pode te auxiliar em todas as etapas de viabilidade de uma obra. Clique no link e veja todos os benefícios que o nosso sistema pode oferecer!

 

 

Sair da versão mobile