gestão de compras

5 formas de fazer a gestão de compras mais eficaz na construção civil

Quem atua no ramo da construção civil sabe bem: a compra de insumos para o canteiro de obras não só tira o sono, como também pode deixar o lucro ir por água baixo. Qualquer economia é mais que bem-vinda, ainda mais nesse período de alta de preços e de retração da economia. Em alguns empreendimentos, a compra de materiais de construção pode representar até 50% do total de custos da obra. Trocando em miúdos: está mais do que na hora de você olhar para a gestão de compras de modo mais estratégico.

Mas você já sabe disso, certo? A grande questão é: por onde começar a realizar esse controle eficiente e como dar conta de todos os demais desafios da rotina da construtora? Até porque gerenciar esse processo requer maestria. Afinal de contas, o comprador precisa saber bem a procedência dos itens (ou seja, ter conhecimento dos fornecedores); necessita também ter domínio das etapas usadas na fabricação dos produtos em si; os tributos que incidem sobre aquela compra, etc.

Não bastasse isso, deve estar ainda no radar de preocupações dele como vai funcionar a logística dos itens e como isso se dará no armazenamento no canteiro de obra (já que o estoque em excesso pode comprometer a durabilidade ou resistência dos produtos). Ufa! Falando assim, parece uma missão impossível (daquelas de cinema mesmo) para concretizar. Mas não é, não!

Prova disso, é o fato de termos relacionado 5 formas de fazer a gestão de compras da construção civil. São recomendações práticas e que você pode iniciar hoje mesmo.

#1 Invista em planejamento e controle

Para que tudo dê certo na construtora, é essencial contar com um gestor de compras, dada a estratégia que essa área vem tomando no canteiro de obras (mesmo que sua empresa seja de um porte menor). Até porque ter alguém focado nessa especialidade é de suma importância para um melhor resultado. Dessa forma, é preciso que ele se debruce em planejar muito bem os insumos que serão utilizados nas etapas de construção.

Cabe a ele, por exemplo, centralizar o cadastro de fornecedores, compartilhando com os demais setores que necessitam ter esse dado. No caso de necessitar firmar acordos com novos prestadores de serviço, cabe a ele garantir se os produtos que serão adquiridos cumprem as normas e procedimentos do seu empreendimento. Detalhes importantíssimos igualmente caberão a ele estruturar: logística (para que não haja atrasos de entrega e comprometa as etapas de trabalho); armazenamento (para que espaço ideal para a boa conservação dos itens (evitando que possam ficar expostos às ações do clima e, por consequência, prejudicando a durabilidade deles); e qualidade do material.

#2 Estabeleça relacionamento com os fornecedores

Outra maneira eficiente de garantir uma ótima gestão de compras na construção civil é estreitando o relacionamento com os fornecedores, com os quais já se teve uma boa experiência. Isso é tão valioso que a aproximação pode ser fator decisivo para que próximas compras ocorram em condições ainda melhores, auxiliando no compromisso financeiro de executar a obra dentro do orçamento previsto. Além disso, é natural ainda que essa relação com o passar do tempo possibilite melhores prazos para pagamento e pontualidade nas entregas.

Tudo isso pode conferir a ele um papel ainda mais estratégico dentro da cadeia produtiva, melhorando a performance financeira e criando laços que possam também refletir na qualidade do trabalho executado. O diálogo permanente, a transparência e o compromisso são palavras de ordem para o amadurecimento dessa relação, que podem impactar positivamente sua construtora.

#3 Evite fazer compras de emergências (duplicidade/ controle de recebimento)

Quando nós falamos de controle (uma das palavras que mais aparecem nesse artigo), não estamos de brincadeira! A importância de um rigoroso monitoramento faz com que se evite duplicidade de compra ou mesmo leve ao atraso das etapas no canteiro de obra. A falta de observância a esses critérios pode levar a compras de última hora (que nem precisamos dizer o quanto sairá mais caro, né?), como também pode ainda impactar na produtividade no canteiro de obras.

Ninguém quer que a equipe fique de braços cruzados, esperando a chegada de materiais, não é mesmo? Por isso, a comunicação entre as áreas é um recurso que deve ser levado em alta consideração para que esse controle seja efetivo e possa realmente trabalhar a favor da economia e do consumo consciente dentro da obra.

#4 Capacite o gestor de compras

A busca por novos modos de produção passa também por um olhar de desenvolvimento do gestor de compras e da equipe que atua com ele (se esse for o caso). Todo o investimento racionalizado em cursos de preparação, de gestão, de monitoramento e de maior conhecimento sobre os itens a serem adquiridos favorece para que não se tenham gastos desnecessários ou mesmo haja uma economia que ponha em risco o padrão de qualidade adotado por sua construtora.

Uma recomendação para ajudá-lo na priorização disso, é ter um olhar sobre ocorrências que já podem ter sido identificadas no canteiro de obras. Se o indicador apontar para altas taxas de desperdício, esse pode ser o foco a ser trabalhado na área de compras. Caso o desafio seja no campo da logística (levando a frequentes atrasos de entrega), a capacitação pode aprimorar as habilidades do gestor quanto a esse tópico, e assim por diante.

#5 Sistema de gestão especializado em construção civil

Por fim, não dá para imaginar tudo isso rodando de maneira eficiente sem contar com o apoio da tecnologia. Há softwares no mercado que contribuem diretamente para que todos esses procedimentos possam ocorrer de maneira integradas com todos os departamentos, padronizando a comunicação entre eles, e gerando uma documentação e um histórico que podem ser decisivos para não repetirem falhas anteriores.

Além disso, o sistema de gestão poderá armazenar informações importantes de todas as etapas: desde o projeto, passando pelo planejamento de obra e gestão de compras, sem esquecer o lado financeiro e de recursos humanos. Não bastasse isso, outra facilidade é o acesso ao sistema de gestão, que pode ser feito de qualquer lugar conectado à internet. Também dá um novo status às funções gerenciais, a partir do momento que entrega relatórios fáceis de serem interpretados e que auxiliarão a avançar nas tarefas.

Gostou? Se sim, continue sempre acessando o blog 90t.i., que compartilharemos recomendações de como a tecnologia pode ser tornar a sua melhor aliada para alavancar os resultados no canteiro de obra, contribuindo diretamente para uma gestão de compras eficaz.

Related Post

Este post foi escrito por Noventa TI