MS Project

6 passos para obter sucesso no planejamento e controle de obras

O planejamento e controle de obras é, indiscutivelmente, o método mais eficaz para garantir que os resultados projetados — e esperados — saiam como o cumprido. Além de trazer diversos benefícios consigo, como a otimização do tempo de obra, melhor uso da produtividade de sua mão de obra e também economia de custos e redução no desperdício. Acontece que essa etapa de planejamento e controle de obras tira o sono de muitos profissionais, que encontram dificuldades em realizá-lo.

Que tal encerrar esse obstáculo em sua produtividade? Neste post, reunimos os principais passos a serem seguidos para facilitar o seu trabalho. Confira!

Divida seu planejamento e controle de obras em áreas

Para iniciar o esboço de qualquer projeto em construção civil com assertividade e controle de todas as etapas, o mais indicado é dividi-lo em diferentes áreas. Como:

Social e trabalhista

A burocracia social e trabalhista não deve ser deixada de lado em nenhuma etapa de sua obra, mas deve configurar um papel fundamental antes de iniciá-la. Afinal, este será o modelo pelo qual toda a construção se pautará, como o tipo de contrato dos seus funcionários e o conhecimento das Leis Sociais e Trabalhistas (algo que minimiza ao máximo a ocorrência de processos, por exemplo).

Para os seus colaboradores, seguir à risca essas leis (como as de segurança do trabalho) também colabora para um comprometimento mais assíduo. Quanto mais eles forem recompensados pelos seus esforços, mais a troca será benéfica para ambos.

Responsabilidades ambientais

Cada vez mais, a sustentabilidade está em pauta. Na construção civil, é um grande desafio que esbarra, não apenas no interesse das construtoras em seguir, mas da própria legislação ambiental.

Entre as principais medidas que podem ser adotadas nesse sentido, citamos o controle de resíduos da obra e também o trabalho focado na redução de desperdícios — seja de recursos naturais, como água e eletricidade, ou do próprio material de construção. Entretanto, esta etapa pode concentrar ainda mais esforços sustentáveis. Se você quiser saber um pouco mais a respeito dos desafios que a construção civil encontra a respeito da sustentabilidade nas obras, confira este outro artigo sobre o assunto!

Responsabilidades financeiras

Indispensável dizer a relevância do orçamento na construção civil, de modo que o planejado seja seguido à risca para evitar, tanto o desperdício quanto os temíveis atrasos — que, por sua vez, podem render diversos prejuízos à construtora ou empreiteira. Assim, para ter um planejamento e controle de obras eficiente, é importante contar não apenas com o orçamento, mas também com um cronograma físico da obra. Esse documento deve apontar:

  • Os prazos de cada entrega;
  • O fluxo de caixa;
  • As receitas bem definidas e direcionadas, evitando imprevistos e prejuízos.

Entre outros aspectos que permitirão o devido controle da saúde financeira de sua obra, bem como o cumprimento de todas as etapas do processo. Cumprimento, este, que nos leva ao passo seguinte para obter sucesso no planejamento e controle de obras.

Gerenciamento de fornecedores

Em parte, as construtoras e empreiteiras enfrentam muitos obstáculos com os seus fornecedores. Isso se deve pelo fato de que eles não encontraram, ainda, a parceria ideal.

Afinal, muito do cumprimento de seu cronograma está nesse alinhamento preciso com os fornecedores. Quando existe um entendimento a respeito da necessidade do outro, o trabalho flui com muito mais precisão e harmonia. Inclusive, vale se pautar por diferentes fatores antes de fechar com um fornecedor — além do aspecto financeiro, como a reputação da empresa, o comprometimento com prazos e o uso de material de qualidade.

Os passos para um bom planejamento e controle de obras

Adiante, veremos como seguir dentro do espectro detalhado anteriormente e como manter as suas obras sob um rígido e pontual controle!

1- Comece por um estudo de viabilidade da obra

Quer equilibrar produtividade, economia e qualidade em suas obras? Então, inicie o seu projeto por meio de um estudo de viabilidade da obra. Assim, você terá plena consciência do que será necessário para conclui-la, bem como o material e tempo necessários para realizá-la.

2- Lide com o orçamento da obra

O orçamento é um complemento do item anterior, que vai estabelecer parâmetros crucial para que a obra não estoure o investimento para o projeto, da mesma maneira que ajuda a colocar os pés no chão. O orçamento bem detalhado é um dos melhores amigos de sua empresa. Mantenha-o por perto em todas as etapas da obra!

3- Estabeleça um cronograma físico-financeiro

A etapa seguinte condiz com o que falamos no capítulo acima. O cronograma ajuda a manter um direcionamento preciso a respeito de cada etapa do seu projeto, indo desde a aquisição de materiais ao uso deles em cada etapa.

Assim é muito mais prático trabalhar, os colaboradores sabem antecipadamente o que farão — e como farão — o seu trabalho e o alinhamento com os fornecedores permite que você receba o devido material no tempo certo. Isso sem acumulá-los desnecessariamente na obra (evitando também o risco de perder o material).

4- Fique em cima da regularização da obra

Novamente, a burocracia é um risco em potencial para aumentar o valor de uma obra, atrasá-la e até mesmo impedi-la de prosseguir. Assim, é importante ter atenção para que todas as etapas de sua obra estejam rigorosamente de acordo com a legislação vigente.

5- Mantenha um acompanhamento das atividades

Além dos fatores já citados, convém garantir que você seja um elemento centralizador da organização. Isso significa marcar presença na obra, vez ou outra, e ter um acompanhamento de perto da evolução da sua construção. Com isso, é mais fácil saber onde sua equipe está acertando e onde pode ser melhorado o fluxo de trabalho, para que os prazos e o orçamento sejam cumpridos.

6- Finalize pelo acabamento e licenciamento de sua obra

Para finalizar, foque no acabamento de sua obra, ajuste o que tiver que ser feito e foque na questão de licenciamento do seu projeto. Seguindo esses passos, você pode usar as dicas deste post como uma espécie de bússola para que as suas próximas obras sejam mais dinâmicas e assertivas!

Para ficar por dentro de outras dicas como as que vimos por aqui, que tal curtir a nossa página no Facebook? Assim, quando tivermos mais novidades, você será um dos primeiros a saber!

Este post foi escrito por Noventa TI