Como obter a certificação LEED?

A sustentabilidade na construção civil tem se tornado um desafio, para os empreendedores, e uma necessidade. Afinal, as alternativas têm agregado muito mais valor às empresas, na mesma proporção que promove construções com um impacto menor na natureza. Daí a importância em conhecer a certificação LEED para facilitar o alcance desse objetivo.

Caso você ainda não saiba o que é a certificação LEED e quais são os benefícios que ela tem a trazer para a sua empresa, continue com a leitura deste post!

Nos próximos tópicos, vamos explorar tudo a respeito do assunto — do seu conceito ao passo a passo para você tirar a sua certificação LEED e tornar a empresa mais sustentável. Confira!

O que é a certificação LEED?

Como obter a certificação LEED?Certificação LEED é a abreviatura para o termo em inglês Leadership in Energy and Environmental Design. Em tradução livre seria algo como liderança em energia e design ambiental.

Seu conceito foi cunhado em 1993, promovido pelo USGBC (United States Green Building Council) com o principal objetivo de agregar a sustentabilidade nos projetos de construção civil. Para tanto, boas práticas no segmento foram consideradas.

Só que, ao longo do tempo, percebeu-se que uma organização maior seria necessária para a sua aplicação harmônica. Daí a criação de uma classificação na certificação LEED, que também foi pensada para:

  • estabelecer líderes em sustentabilidade na indústria da construção;
  • compor um padrão universal de sustentabilidade no segmento;
  • compartilhar o conhecimento com todo o setor;
  • sensibilizar o consumidor e conscientizá-los a respeito da importância de construções sustentáveis;
  • agregar um novo patamar de excelência ao mercado de construção.

Isso é praticado em múltiplas frentes, uma vez que o USGBC prevê ações focadas em construções “verdes”, no uso de ferramentas e equipamentos sustentáveis, comitês especializados e também em eventos de conscientização.

Como funciona a certificação LEED?

De maneira simplificada, a certificação LEED sinaliza um sistema de pontuação para que os interessados obtenham um valor mínimo e, consequentemente, um ranking de classificação.

Entre os aspectos considerados para a pontuação, destacamos os seguintes:

  • localização (lotes sustentáveis) e os meios de transporte;
  • o uso eficiente da água e outros recursos;
  • materiais;
  • qualidade dos ambientes de cada construção (interno e externo);
  • inovação.

Cada item acima citado se converte em uma pontuação para o empreendedor. Um exemplo disso: investir em inovações da construção civil, como a construção a seco, podem render pontos para a empresa.

Na mesma medida que soluções para a captação de água ou o uso de fontes de energia alternativa — como os painéis fotovoltaicos — rende mais pontos em outros aspectos.

Cada categoria pode gerar uma somatória que acresce à empresa um valor específico e que, com isso, gera uma classificação distinta ao empreendimento preocupado com sustentabilidade.

Quais são os selos presentes na certificação LEED?

No total, são 8 selos que os empreendimentos na construção civil podem almejar, dentro do escopo da certificação LEED. A seguir, vamos destacar quais são e, em seguida, o sistema de classificação a partir dos pontos obtidos pelo empreendimento do setor:

  • LEED NC: concedido à empresa focada na construção ou renovação de edificações;
  • LEED ND: selo oferecido às empresas que buscam o desenvolvimento de um bairro — ou mesmo uma quadra — e que tenha um objetivo residencial ou comercial;
  • LEED CS: destaque para as empresas que focam nas partes centrais e na parte envoltória de um edifício e outras edificações verticais;
  • LEED Retail NC e CI: enfoque em lojas de varejo e outros estabelecimentos comerciais;
  • LEED Healthcare: selo concedido aos empreendimentos com o propósito de atuar na área da saúde;
  • LEED EB_OM: quando melhorias em sustentabilidade são pensadas para estruturas e já existentes;
  • LEED Schools: selo focado em projetos de construção para o segmento educacional;
  • LEED CI: áreas internas e também para estruturas comerciais.

A respeito da pontuação e a devida classificação concedida às empresas, a certificação LEED estrutura da seguinte maneira:

  • Certified: 40 pontos;
  • Silver: 50 pontos;
  • Gold: 60 pontos;
  • Platinum: 80 pontos ou mais.

E então, deu para entender como funciona todo o processo estrutural da certificação LEED? Agora, é hora de compreender como ela pode ser obtida e fazer de você, empreendedor, uma das grandes referências em sustentabilidade na construção civil.

Como funciona a obtenção da certificação LEED?

Abaixo, reunimos um completo passo a passo para que o seu empreendimento figure entre as empresas de construção civil com grande apelo e cuidado com a sustentabilidade nos seus projetos. Acompanhe:

  • submeta o seu projeto para ser registrado no USGBC;
  • encaminhe uma declaração padronizada de acordo com as exigências do órgão, as plantas e memoriais descritivos (em inglês) e os cálculos promovidos par ao projeto;
  • assim que analisados os documentos, o USGBC solicita um prazo de até 40 dias para calcular a pontuação e concedê-la à empresa.

Vale adiantar que existem custos para obter a certificação LEED. O primeiro deles é a taxa para a sua própria emissão. O segundo — opcional — é a contratação de uma consultoria especializada para que a sua empresa obtenha a certificação sem imprevistos.

Com isso, a empresa se adapta às principais exigências sustentáveis, e agrega muito mais valor ao seu negócio por meio de ações focadas em menos impacto ao meio ambiente.

Convém analisar as melhores opções para gerar esse diferencial à sua empresa e, assim, criar projetos realmente memoráveis, funcionais e com o máximo de rigor no cuidado com a natureza.

E então, deu para entender o que é a certificação LEED, quais são os seus diferenciais e em quais aspectos você pode considerar a adaptação de diferenciais para o seu projeto?

Pois agora, que tal compartilhar este post nas suas redes sociais? Assim, os seus clientes, parceiros e fornecedores vão ficar a par de algumas alternativas que o seu negócio tem considerado para gerar mais valor para o consumidor final — e o meio ambiente!

Este post foi escrito por Noventa TI