concreto reciclado

Concreto reciclado: conheça essa iniciativa sustentável

Uma estrutura de concreto demanda tempo de produção e gera uma quantidade considerável de entulho. Não à toa, o concreto reciclado é um conceito cada vez mais emergente, na construção civil, e capaz de dar novas qualidades ao gerenciamento de suas obras.

Para tanto, vamos apontar para você, neste post, como que o material nascido da mistura de cimento, água, pedras e areia pode dar lugar ao concreto reciclado. Sem, é claro, que se perca a solidez e confiabilidade já conhecida de um dos materiais mais utilizados em construções.

Confira, e descubra como tornar suas obras mais sustentáveis e produzir menos entulho ao longo de suas construções!

O que é o concreto reciclado?

No país, um dado alarmante tem reforçado o uso do concreto reciclado: anualmente, o setor gera 84 milhões de metros cúbicos de resíduos. E sabe quantos deles são reaproveitados? Cerca de 17 milhões, apenas. Muito de todo o resto é destinado a lixões, por exemplo.

A quantidade de entulho, portanto, é preocupante. Especialmente, porque essas toneladas de materiais podem ser reaproveitadas de múltiplas maneiras em processos não estruturais, como:

  •         Aterros;
  •         Processo de pavimentação;
  •         Construção de blocos com a finalidade de vedação;
  •         Artefatos feitos de concreto.

Além disso, é de se observar que existem ainda outros 10% do concreto que sequer são aproveitados. São aqueles que se perdem em deficiências no processo, equívocos no planejamento e execução ou perdas decorrentes do armazenamento indevido de materiais.

Daí a relevância do concreto reciclado, uma vez que ele pode ser reaproveitado em sua maioria. As exceções ficam por conta de resíduos contaminados por substâncias nocivas, como é o caso do sulfato de cálcio ou cloretos.

Como o concreto reciclado funciona?

Agora que já vimos o que é o concreto reciclado, vamos entender um pouquinho mais a respeito dele e como é feito esse procedimento de reutilização do material. Veja só:

O processo de reciclagem do concreto

Assim que o material é recolhido e agrupado, o concreto é quebrado por meio do uso de técnicas convencionais de demolição. Isso inclui as famosas bolas de demolição e as britadeiras, entre outros equipamentos.

Quando os pedaços não ultrapassam 130 cm, eles são levados às centrais de reciclagem para a etapa seguinte, que consiste na trituração deles. Lá, um maquinário especial desfaz os pedaços maiores até que fiquem parecidos com uma mistura grossa de areia.

Em seguida, é iniciada a etapa de reutilização do concreto reciclado. Para isso, ele é misturado ao agregado de concreto virgem — aquela fórmula citada no início do artigo —, posteriormente utilizado para trabalhos específicos no canteiro de obras.

Vale mencionar que o concreto reciclado pode ser usado tanto como uma camada de base dos projetos como para outras funcionalidades. Ainda não existem estudos conclusivos que apontem onde esse tipo de material pode ou não ser utilizado.

Quais são as vantagens do uso do concreto reciclado?

Como vimos, já existem vantagens evidentes no uso do concreto reciclado. Além do eco de sustentabilidade que contribui com a manutenção do meio ambiente e valoriza a sua marca, trata-se de um material mais acessível.

Além disso, o concreto reciclado é mais forte e também mais leve do que o agregado de concreto virgem. Consequentemente, os seus projetos podem contar com a redução de custos e, ainda, causar um impacto ambiental inferior.

Ou seja: com esse tipo de concreto aplicado em seus próximos projetos, você adquire um produto que se assemelha ao original, mas com um custo inferior. Além das vantagens sustentáveis que contribuem fortemente para o desenvolvimento da marca de sua empresa.

Não apenas isso: os resíduos deixam de impactar negativamente a natureza, reduzindo drasticamente a quantidade de materiais descartados erroneamente. Em um setor de tanto peso, quando a construção civil, percebe-se de imediato as mudanças que surgem a partir do uso do concreto reciclado.

O concreto reciclado é seguro?

Seguro, sim, e seu uso tem sido amplamente indicado. Afinal, trata-se de um material que é reaproveitado a partir de novos processos. Não foge à regra de tantos outros produtos reciclados que usamos corriqueiramente. Inclusive, há quem aponte o uso do material reaproveitado como mais qualitativo do que o convencional.

Portanto, o uso do concreto reciclado é viável, embora seja recomendado que esse processo passe por uma formulação de regras e técnicas padronizadas. Com isso, é mantida a qualidade do material para as atividades pertinentes no canteiro de obras. Tudo para conferir mais qualidade a um processo que tem se destacado entre as empresas do setor.

Quando ele pode ser usado?

Por fim, é importante mencionar os momentos mais indicados para realizar a reciclagem do material. Por exemplo: o material reutilizado tem sido associado a um aproveitamento melhor do que aqueles cuja origem vem de cerâmicos e argamassas.

Assim, o concreto reciclado tem feito a diferença para a execução de aterros de inertes ou mesmo em concretos estruturais — além das aplicações mencionadas anteriormente.

O cuidado, entretanto, existe por se tratar de um processo ainda em desenvolvimento. Como mencionamos, ainda não existem limites definidos a respeito do seu uso. A questão, entretanto, está no quanto de material reciclado pode e deve ser utilizado.

A sua elasticidade, por exemplo, pode ser superior ao concreto convencional. A relação de água e cimento utilizados também deve ser reconsiderada. Há, assim, uma frente que defende o uso de 25% de concreto reciclado, aproximadamente, sem interferir nas propriedades.

Isso ajuda a reforçar que o concreto reciclado está em ascendência. Comprovada a sua eficácia e os resultados positivos no canteiro de obras, a etapa seguinte consistirá em desenvolver novas técnicas para reforçar o seu uso e manter a qualidade nos projetos.

Um passo nessa direção já foi dado. Agora, unir-se a outras tendências — como a construção a seco — e tecnologias que promovem mais economia e produtividade ao setor é crucial. A etapa seguinte está nas suas mãos: basta compartilhar este post em suas redes sociais e mostrar aos seus colegas e amigos que o concreto reciclado é uma realidade.

 

[CONTEÚDO REVISADO]

 

Uma estrutura de concreto demanda tempo de produção e gera uma quantidade considerável de entulho. Não à toa, o concreto reciclado é um conceito cada vez mais crescente, na construção civil, e capaz de dar novas qualidades ao gerenciamento de suas obras.

 

Neste post, nós vamos explicar como o concreto tradicional está sendo substituído pelo concreto reciclado, de que forma ele funciona e quais as vantagens para a sua obra. Se você se interessa por alternativas mais sustentáveis na construção, continue a leitura!

 

O que é o concreto reciclado?

No país, um dado alarmante tem reforçado o uso do concreto reciclado: anualmente,  o setor gera 84 milhões de metros cúbicos de resíduos.

 

E você sabe quantos deles são reaproveitados? Cerca de 17 milhões, apenas. Infelizmente, a maior parte ainda é destinada a lixões, gerando uma quantidade preocupante de entulho.

 

E o que mais chama atenção é que boa parte dessa quantidade de materiais poderia ser reaproveitada de várias formas em processos não estruturais, como:

  • Aterros;
  • Processo de pavimentação;
  • Construção de blocos com a finalidade de vedação;
  • Artefatos feitos de concreto.

 

Além disso, é de se observar que existem ainda outros 10% do concreto que sequer são aproveitados. São aqueles que se perdem em deficiências no processo, equívocos no planejamento e execução ou perdas decorrentes do armazenamento indevido de materiais.

 

Daí a relevância do concreto reciclado, uma vez que ele pode ser reaproveitado em sua maioria. As exceções ficam por conta de resíduos contaminados por substâncias nocivas, como é o caso do sulfato de cálcio ou cloretos.

 

Como o concreto reciclado funciona?

Agora que já vimos o que é o concreto reciclado, vamos
entender um pouquinho mais a respeito dele e como é feito esse procedimento de
reutilização do material.

 

O processo de reciclagem do concreto

Assim que o material é recolhido e agrupado, o concreto é quebrado por meio do uso de técnicas convencionais de demolição. Isso inclui as famosas bolas de demolição e as britadeiras, entre outros equipamentos.

 

Quando os pedaços não ultrapassam 130 cm, eles são levados às centrais de reciclagem para a etapa seguinte, que consiste na trituração. Lá, um maquinário especial desfaz os pedaços maiores até que fiquem parecidos com uma mistura grossa de areia.

 

Em seguida, é iniciada a etapa de reutilização do concreto reciclado. Para isso, ele é misturado ao agregado de concreto virgem, posteriormente utilizado para trabalhos específicos no canteiro de obras.

 

Vale mencionar que o concreto reciclado pode ser usado tanto como uma camada de base dos projetos como para outras funcionalidades. Ainda não existem estudos conclusivos que apontem onde esse tipo de material
pode ou não ser utilizado.

 

Quais são as vantagens do uso do concreto reciclado?

 

Como vimos, já existem vantagens evidentes no uso do concreto reciclado. Além de ser uma opção mais sustentável e que contribui com a manutenção do meio ambiente e valoriza a sua marca, o concreto reciclado é um material mais acessível.

Além disso, o ele também é mais forte e mais leve do que o agregado de concreto virgem. Consequentemente, os seus projetos podem contar com a redução de custos e, ainda, causar um impacto ambiental inferior.

 

Ou seja: com esse tipo de concreto aplicado em seus próximos projetos, você adquire um produto que se assemelha ao original, mas com um custo inferior. Além de impactar menos o meio ambiente, mostrando a preocupação ambiental da sua empresa e, claro, contribuindo para gerar menos poluição e entulho.

 

O concreto reciclado é seguro?

Sim, além de seguro, o concreto reciclado tem tido ampla indicação de uso. Afinal, trata-se de um material que é reaproveitado a partir de novos processos. Não foge à regra de tantos outros produtos reciclados que usamos corriqueiramente. Inclusive, há quem aponte o uso do material reaproveitado como mais qualitativo do que o convencional.

 

Portanto, o uso do concreto reciclado é viável, porém é recomendado que esse processo passe por uma formulação de regras e técnicas padronizadas. Com isso, é mantida a qualidade do material para as atividades pertinentes no canteiro de obras. Tudo para conferir mais qualidade a um processo que tem se destacado entre as empresas do setor.

 

Quando ele pode ser usado?

Por fim, é importante mencionar os momentos mais indicados para realizar a reciclagem do material. Por exemplo: o material reutilizado tem sido associado a um aproveitamento melhor do que aqueles cuja origem vem de cerâmicos e argamassas.

 

Assim, o concreto reciclado tem feito a diferença para a execução de aterros de inertes ou mesmo em concretos estruturais — além das aplicações mencionadas anteriormente.

O cuidado, entretanto, existe por se tratar de um processo ainda em desenvolvimento. Como mencionamos, não existem, até o momento, limites definidos a respeito do seu uso. A questão, entretanto, está no quanto de material reciclado pode e deve ser utilizado.

 

A sua elasticidade, por exemplo, pode ser superior ao concreto convencional. A relação de água e cimento utilizados também deve ser reconsiderada. Há, assim, uma frente que defende o uso de 25% de concreto reciclado, aproximadamente, sem interferir nas propriedades.

 

Isso ajuda a reforçar que o concreto reciclado está em ascendência. Comprovada a sua eficácia e os resultados positivos no canteiro de obras, a etapa seguinte consistirá em desenvolver novas técnicas para reforçar o seu uso e manter a qualidade nos projetos.

 

Um passo nessa direção já foi dado. Agora, unir-se a outras tendências — como a construção a seco — e tecnologias que promovem mais economia e produtividade ao setor é crucial.

 

Como você pode notar, existem muitas opções bem interessantes para tornar as suas obras mais sustentáveis, e entre elas está o concreto reciclado. Apesar de recente, esse material tem ganhado adeptos, deixando as construções mais baratas e ainda reforçando a preocupação ambiental das construtoras (ajudando a diferenciá-las em um setor tão competitivo).

 

Se você gostou deste conteúdo, compartilhe o nosso post em suas redes sociais e ajude os seus amigos a descobrirem mais essa possibilidade de construção sustentável, entendendo tudo sobre o concreto reciclado.

Este post foi escrito por Noventa TI