produtividade dos equipamentos

Saiba como calcular a produtividade dos equipamentos mecânicos

As obras custam na ordem de milhões. Qualquer melhoria, seja de métodos construtivos, redução de insumos ou otimização de processos, por menor que seja, gera uma grande economia ao final. Quando o orçamentista precisa chegar ao custo unitário de um serviço de terraplenagem ou pavimentação, o desafio está em se calcular a produtividade dos equipamentos que integram a patrulha do serviço.

Como exemplo, a planilha de Produção de Equipes Mecânicas (PEM), adotada pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), é a base conceitual do banco de dados do Sistema de Custos Rodoviários (SICRO).  Há a versão SICRO 2, enquanto o SICRO 3 ainda está em processo de elaboração.

Há diversas variáveis na planilha PEM, cujos valores devem ser descritos para cada equipamento. Entre essas variáveis, estão: afastamento, capacidade, consumo, distância, espaçamento, espessura, fator de carga, fator de conversão, fator de eficiência, largura de operação, largura de superposição, largura útil, número de passadas, profundidade, tempo fixo, tempo de percurso (ida), tempo de retorno, tempo total de ciclo, velocidade (ida) média e velocidade de retorno.

Como o que o orçamentista está buscando é o custo unitário do serviço (R$/mC³), basta dividir o custo horário (R$/h) de cada equipamento pela produção horária calculada (mC³/h).

Como os equipamentos trabalham em repetições de ciclos e executam as mesmas tarefas em vários trechos, a otimização dos processos, redução ou melhor aproveitamento de um equipamento da frota sem perda de produtividade pode parecer mínimo em uma execução olho, porém devido às inúmeras repetições inerentes à construção, promove um alto ganho ao final.

As variáveis utilizadas pelo DNIT para cálculo da produção dos equipamentos, em seu sistema SICRO 2 são as seguintes:

    Variáveis                                                   Unidade

A     AFASTAMENTO                                       M

B     CAPACIDADE                                          M3

C     CONSUMO                                              M3

D     DISTANCIA                                              M

E     ESPAÇAMENTO                                      M

F     ESPESSURA                                            M

G     FATOR DE CARGA

H     FATOR DE CONVERSÃO

I     FATOR DE EFICIÊNCIA

J     LARGURA DE OPERAÇÃO

L     LARGURA SUPERPOSIÇÃO                M

M     LARGURA ÚTIL                                  M

N     NUMERO DE PASSADAS

O     PROFUNDIDADE

P     TEMPO CARGA/DESCARGA

Q     TEMPO DE PRC. (IDA)                            MIN

R     TEMPO DE RETORNO                             MIN

S     TEMPO TOTAL DE CICLO                        MIN

T     VELOCIDADE                                           M/MIN

U     VELOC. RETORNO                                  M/MIN

V     PESO ESPECIFICO                                 KG/M3

Veja abaixo um exemplo, para cálculo da produção do Trator de Esteira, no serviço de Desmatamento e Limpeza de Terreno.

Prod = (60.B.G.H.I) / (F.S)

B = 8,7 m3

G = 0,9

H = 0,4

I = 0,83

F = 0,15 cm

S = 0,72 min

Prod = (60 x 8,7 x 0,9 x 0,4 x 0,83) / (0,15 x 0,72) = 1444,20 m2 / hora.

São muitas fórmulas e cálculos que envolvem um orçamento. Acompanhe o blog da 90t.i e fique atento para as várias dicas que ajudarão no seu trabalho!

Este post foi escrito por Noventa TI