Ícone do site 90 TI

Canteiro de Obras e o COVID-19: medidas de prevenção

Canteiro de obras

O que você deve fazer para deixar o seu canteiro de obras livre do novo Coronavírus

A pandemia do Coronavírus trouxe muitas mudanças na forma de trabalho dos brasileiros. Vários setores viram seus negócios parados, mas com a Construção Civil foi um pouco diferente. É o setor que tem sido mantido funcionando em muitos estados, especialmente São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, pois a paralisação das atividades implicaria em um agravamento nos impactos na economia dos municípios e estados. Para tanto, foi necessário fortalecer as medidas de segurança e saúde do trabalhador no canteiro de obras para evitar a disseminação deste vírus.

A Subsecretaria de Inspeção do Trabalho (SIT) da Secretaria de Trabalho traz medidas voltadas para a prevenção e diminuição do contágio do COVID-19, além das Normas Regulamentadoras de Segurança e Saúde no Trabalho já praticadas no segmento com muita seriedade.

Seguindo as orientações dos órgãos públicos competentes, o setor está mobilizado para o esclarecimento e cuidado preventivo no canteiro de obras. Entre as novas medidas adotadas pelas empresas Brasil afora, estão: a medição diária da temperatura do funcionário, nova rotina de higienização dos ambientes, distribuição de kits de higiene pessoal para o trabalhador e sua família, a redivisão dos turnos de trabalho e reorganização de refeitórios e demais ambientes para evitar aglomerações.

Com base nas medidas definidas pelas autoridades sanitárias e de fiscalização do trabalho, elaboramos para vocês um compilado destas medidas e orientações para os trabalhadores:

Práticas de higiene e boa conduta no canteiro de obras

Uso correto de máscaras

Outras orientações

Definitivamente, o setor tem conseguido manter a normalidade na medida do possível e ainda não fala em demissões em massa, grandes perdas financeiras ou cortes substanciais em investimentos.

Embora hoje o setor ainda não esteja apontando para números negativos por todos os lados, isso não quer dizer que não exista uma preocupação com o futuro do segmento.

Condições macroeconômicas poderão interferir na área, dependendo de como evoluirá o quadro da pandemia do novo Coronavírus e a depender de quais medidas serão adotadas pelos governos Federal, Estaduais e Municipais.

No entanto, não são em todos os locais do Brasil que as atividades da construção civil estão sendo permitidas. Nos estados com menor expressividade para o setor, como Pernambuco e Goiás, obras foram paralisadas.

Em suma, esse importante segmento segue comprometido com a economia nacional e com a saúde de seus trabalhadores, clientes e sociedade em geral.

 

Sair da versão mobile