Ícone do site 90 TI

O que é o BIM e qual a sua utilização na Construção Civil?

Conheça tudo sobre o BIM. A metodologia quer chegou para revolucionar o mercado da engenharia civil

Ele faz parte da parte da vida do profissional da construção civil e já é uma realidade no mercado. Muitas pessoas já ouviram falar sobre BIM (Building Information Modeling).

E você? Sabe o que é o BIM?

BIM (em português Modelagem da Informação da Construção) é um processo de criação do modelo virtual com informações técnicas da edificação. Ele permite a colaboração de diferentes profissionais durante a viabilidade, projeto, planejamento, execução e operação do edifício.

Ele não é um programa, e sim um sistema onde você pode utilizar várias ferramentas, como o Revit, Navisworks, Archicad, Altoqi e TQS para inserir, editar ou ler informações do modelo.

Portanto, o BIM é um conjunto de bancos de dados das disciplinas do projeto que devem conversar através de um tipo de arquivo denominado IFC. Com esses dados integrados e ferramentas específicas, você poderá identificar interferências, fazer simulações financeiras, de conforto térmico ou acústico. Nunca defina-o como um software.

Nesse artigo, vamos explicar a importância do BIM e seu universo.

O que é BIM?

O ser humano sempre teve como uma de suas principais necessidades a comunicação. Atividades simples, como uma lista de compras ou de manuais de construção, traduzem-se na forma como queremos que as atividades sejam realizadas.

No entanto, quando as operações ficam mais complexas, há a necessidade de representar os planejamentos de forma mais precisa. No caso do projeto de um edifício, por exemplo, as informações do modelo interativo são muito mais profundas e desafiadoras.

O BIM, que significa modelagem de informação da construção, possibilita a criação de modelos em um programa 3D, unindo a integração e o compartilhamento das informações de todo um projeto.

À primeira vista, o conceito de BIM pode ser entendido como a mera visualização de uma maquete digital da obra, mas suas atribuições não param por aí. Além do modelo 3D, é possível realizar a inclusão de dados característicos sobre o empreendimento, seu funcionamento, sua estrutura e os objetivos de sua construção.

Como surgiu o BIM?

Na década de 70, o programa CAD era muito utilizado e sentiu-se a necessidade de aprimorar melhor os desenhos e projetos que eram feitos pelos engenheiros. Após a criação desse termo, juntamente com a consolidação do CAD como ferramenta, surgem diversas discussões em busca de novas tecnologias na área. Em 1986 foi registrado pela primeira vez o uso do termo Building Modeling.

O termo como conhecemos hoje foi oficializado em 1992 pelos professores G.A van Nederveen e F. Tolman, no artigo Automation in Construction.

Como funciona o BIM?

O funcionamento do BIM começa com um projeto digital, seja de uma casa, de um prédio e a partir disso há integração dos dados que representam as características físicas e funcionais do empreendimento.

Os programas que utilizam o conceito BIM, geralmente, baseiam-se em três grupos de recursos:

Onde é aplicado o BIM?

A plataforma é aberta e qualquer fornecedor pode aplicar seu conceito e criar soluções para determinado tema. Ele é aplicado em todas as disciplinas e para todos os profissionais que fazem uso dele.

Ao utilizá-lo na construção civil é preciso ter cautela e escolher o software adequado para cada etapa da obra, pois cada etapa tem uma característica específica.

Temos alguns exemplos:

Revit: Nada mais é do que um programa criado para o público da arquitetura, urbanismo, engenharia e design. Ele tem a função de auxiliar engenheiros civis na elaboração dos projetos. Com ele, é possível criar um projeto desde a sua parte estrutural à arquitetônica e também todos os sistemas complementares como hidráulica, elétrica e sistemas mecânicos.

É um software especializado na criação de modelagens 3D dos empreendimentos e na inclusão de informações específicas para cada elemento do projeto.

Nosso blog, falamos melhor dessa tecnologia e a revolução do Revit para o mercado da engenharia. Para saber mais, acesse: https://noventa.com.br/a-revolucao-da-engenharia-e-o-revit/

ArchiCAD: É uma alternativa mais adequada para suprir às necessidades de excelência nas primeiras etapas do projeto, com interface mais intuitiva e ampla biblioteca de recursos à disposição. Garante que projetos simples não contenham erros.

Vectorworks: Para projetos artísticos e com mais detalhamento é a solução. Com a combinação de elementos 2D e 3D, oferece liberdade criativa para o profissional ao executar um projeto.

SketchUp: Software capaz de gerar modelos 3D e plantas 2D com precisão de milésimos de polegadas, além de permitir a inserção de informações que possibilitam construir o edifício por inteiro no ambiente virtual.

Benefícios do BIM

A comunicação e a troca de experiência entre as pessoas que utilizam o BIM em seus projetos de construção é mais eficiente. Listamos os benefícios com o BIM:

Como o BIM funciona no Brasil e no Mundo

O BIM foi adotado por vários países e é utilizado nos projetos de obras públicas, com diferentes níveis de maturidade e aplicação. No Brasil, a adoção do BIM segue a tendência mundial. As empresas privadas envolvidas no ciclo da construção civil, como escritórios de projetos e construtoras, já consideram o BIM uma excelente oportunidade de diferenciação no mercado, com resultados assertivos em suas obras.

Plano de Execução BIM ou BIM Mandate?

É o documento que define o cronograma, os parâmetros mínimos de cada detalhe, o ciclo e etapa de cada projeto, os pontos de referência, ou seja, todas as diretrizes do processo BIM.

O que é Parametrização BIM?

Parametrização é a adição de informações ao modelo, ou banco de dados BIM, de forma pré-definida e comum aos elementos.  Alguns exemplos de parametrização: Código do objeto, unidade habitacional do objeto, data de execução, data de compra. Eles são utilizados no plano de execução BIM e servem como diretrizes para a finalização do projeto.

O que é o arquivo IFC?

O arquivo IFC (Industry Foundation Classes) é a linguagem internacional dos arquivos digitais do BIM. Possibilita a comunicação entre as diferentes ferramentas, de forma que todos os envolvidos na construção possam trabalhar no mesmo projeto sem depender de um único software.

O que são os LOD’s do BIM?

Nível de desenvolvimento do projeto BIM. O LOD define quão detalhada é a fase do projeto. Temos entre eles:

O que são as dimensões do BIM?

O BIM não é apenas uma representação 3D de um projeto. Ele também pode agregar diferentes dimensões, conforme a proposta de cada empreendimento. Dentre elas temos: 3D, 4D, 5D, 6D, 7D E 8D.

Para quem serve o BIM?

O BIM serve para todos os envolvidos no mercado da construção civil, desde construtoras, investidores, incorporadores, projetistas, executores até o consumidor final. Áreas como planejamento, orçamento, gerenciamento de obras, sustentabilidade, manutenção também são beneficiadas em projetos BIM.

O futuro do BIM passa por mudanças significativas, relacionada aos métodos tradicionais de projetar, planejar, executar, orçar e gerenciar um empreendimento, para um novo conceito na qual a informação, integração, colaboração e engenharia simultânea tem um importante papel.

Novas formas, processos e ferramentas devem ser elaborados de acordo com a nossa realidade e vamos precisar da atuação da iniciativa privada, governo e instituições para que o BIM possa ser popularizado para toda a construção civil. Sendo uma realidade de todos, o BIM precisa de novas tecnologias para melhor uso.

A metodologia BIM busca, sobretudo, integralizar as atividades do planejamento em apenas um modelo, com todas as informações necessárias ao projeto. Fazer uso de um software especializado garante que nenhum dado seja perdido e que a evolução das atividades ocorra a partir do trabalho já feito. O investimento no conhecimento sobre o que é BIM permite que as organizações se destaquem na execução de seus empreendimentos.

Mais conteúdos como este? Confira no nosso blog alguns artigos que já publicamos!

Sair da versão mobile