Ícone do site 90 TI

Pentest: entenda o que é, para que serve e quais os tipos de teste de penetração existentes

pentest

No contexto de mercado atual, em que a dependência da tecnologia é cada vez mais profunda e a ameaça de ataques cibernéticos é uma realidade constante, a segurança da informação se tornou uma prioridade absoluta para as empresas. Nesse cenário desafiador, o teste de penetração, ou pentest, surge como uma ferramenta indispensável para garantir a resiliência dos sistemas e redes empresariais contra potenciais vulnerabilidades. 

Neste artigo, exploraremos o que é um pentest, quando ele deve ser aplicado, os diferentes tipos de pentests disponíveis e por que sua empresa não pode prescindir dessa prática essencial para a proteção de seus ativos digitais.

 

O que é um Pentest

Um pentest, ou teste de penetração, é uma metodologia sistemática e controlada de avaliação da segurança de um sistema de computador, rede ou aplicativo. Em essência, é uma simulação de um ataque real, onde um profissional de segurança, conhecido como analista de penetração ou hacker ético, tenta identificar e explorar as vulnerabilidades presentes em um sistema.

Ao contrário de hackers mal-intencionados, cujo objetivo é causar danos ou obter informações sensíveis, os profissionais de segurança realizam pentests com o intuito de encontrar falhas de segurança antes que elas sejam exploradas por criminosos cibernéticos. Essas vulnerabilidades podem incluir brechas na infraestrutura de rede, falhas de configuração, bugs de software, entre outros pontos.

O pentest envolve uma série de etapas, incluindo a coleta de informações sobre o alvo, análise de vulnerabilidades, a exploração das falhas encontradas e um relatório dos resultados. Essa abordagem sistemática permite que as organizações compreendam suas exposições à ameaças e ajuda na identificação de medidas corretivas para fortalecer a segurança de suas plataformas operacionais.

 

Quando ele deve ser aplicado?

O momento ideal para aplicar um teste de penetração varia de acordo com o contexto e as necessidades específicas de cada organização. No entanto, há várias situações em que é altamente recomendável realizar um pentest:

 

Antes de implementar novos sistemas ou aplicativos: 

Antes de lançar um novo sistema, aplicativo ou atualização significativa, é de extrema importância realizar um pentest. Isso permite identificar e corrigir vulnerabilidades antes que o sistema seja disponibilizado ao público ou integrado à infraestrutura existente.

 

Após mudanças significativas na Infraestrutura de TI: 

Qualquer alteração substancial na infraestrutura de TI, como mudanças na configuração de rede, atualizações de software ou migrações de dados, pode introduzir novas vulnerabilidades no sistema. Portanto, é recomendável realizar um pentest após essas mudanças para garantir que a segurança não tenha sido comprometida.

 

Regularmente, como parte de uma estratégia de segurança cibernética: 

A segurança da informação é um processo contínuo e dinâmico. Portanto, realizar pentests regularmente, em intervalos programados, é fundamental para garantir que os sistemas permaneçam protegidos contra novas ameaças e vulnerabilidades emergentes.

 

Como requisito de conformidade:

Muitas regulamentações e padrões de segurança, como o PCI DSS (Payment Card Industry Data Security Standard) e o GDPR (General Data Protection Regulation), exigem a realização de testes de penetração como parte dos requisitos de conformidade. Portanto, as organizações que lidam com dados sensíveis ou informações financeiras podem ser obrigadas a realizar pentests regularmente para cumprir essas obrigações legais.

 

Quais os tipos de Pentest

Existem diversos tipos de testes de penetração, cada um com suas próprias características e metodologias:

 

Pentest White-Box

Neste tipo de teste, o analista de segurança tem total conhecimento sobre a infraestrutura e o código-fonte do sistema que está sendo testado. Isso permite uma análise mais aprofundada e precisa das vulnerabilidades, pois o testador pode explorar o sistema de maneira mais completa.

 

Pentest Black-Box

No pentest black-box, o analista de segurança realiza o teste sem acesso prévio ao sistema ou conhecimento interno sobre sua infraestrutura. Essa abordagem simula um ataque real, onde o testador precisa descobrir as vulnerabilidades sem informações privilegiadas.

 

Pentest Grey-Box

O pentest grey-box combina elementos do white-box e do black-box, fornecendo ao analista de segurança um nível limitado de informações sobre o sistema. Isso permite uma avaliação mais realista das vulnerabilidades, sem revelar todos os detalhes internos do sistema.

 

Pentest de Aplicativos

Este tipo de teste concentra-se especificamente em avaliar a segurança de aplicativos web, móveis ou de desktop. O objetivo é identificar vulnerabilidades relacionadas à lógica de negócios, autenticação, autorização e outras funcionalidades específicas do aplicativo.

 

Pentest de Infraestrutura de Rede

O pentest de infraestrutura de rede avalia a segurança da rede de uma organização, identificando vulnerabilidades em dispositivos de rede, firewalls, switches, roteadores e outros componentes de infraestrutura. O objetivo é garantir que a rede esteja protegida contra ataques externos e internos.

 

Por que sua empresa precisa de um Pentest

Investir em testes de penetração é essencial para proteger os ativos digitais e a reputação de uma empresa. Ao identificar e corrigir vulnerabilidades antes que sejam exploradas por invasores maliciosos, as organizações podem evitar violações de dados, interrupções de serviço e danos à sua imagem. 

Além disso, sua realização regular ajuda as empresas a cumprirem requisitos regulatórios e de conformidade, demonstrando um compromisso com a segurança da informação. Em um cenário onde as ameaças cibernéticas estão em constante evolução, o pentest é uma ferramenta essencial para manter sua empresa um passo à frente dos potenciais riscos de segurança e garantir a integridade e confidencialidade dos dados críticos.

 

Conclusão

Em um mundo digital cada vez mais conectado, a segurança da informação é fundamental para o sucesso e a sobrevivência de uma empresa. O teste de penetração é uma ferramenta poderosa para identificar e mitigar vulnerabilidades em sistemas, redes e aplicativos, garantindo a proteção dos dados e a confiabilidade das operações. 

Na 90TI, entendemos a importância da segurança cibernética e garantimos que nossas soluções e sistemas sejam submetidos regularmente a testes de penetração, para proporcionar tranquilidade aos nossos clientes e parceiros. Investir em segurança nunca foi tão crucial, e o pentest é uma peça fundamental nesse quebra-cabeça de proteção cibernética.

Gostou do nosso conteúdo? Se inscreva na nossa newsletter e tenha acesso a novas informações sobre softwares e tecnologia na construção civil.

Sair da versão mobile